Belfast, sua história e atrações

9 set, 2016
  1. Home
  2. /
  3. Colunas
  4. /
  5. Viagem Inesquecível
  6. /
  7. Belfast, sua história e...
Publicidade

Belfast estava fora dos meus planos de viagem porque só me lembrava dos terríveis conflitos religiosos entre protestantes e católicos na década de 60 e que perduraram durante anos. Logicamente que sabia do acordo chamado  Acordo de Sexta-Feira Santa ou Acordo de Belfast, que foi assinado em 1998, estabelecendo regras para um novo governo em que católicos e protestantes passariam a compartilhar o poder, tornando então, a Irlanda do Norte, que faz parte do Reino Unido,  um lugar pacificado.

Comecei a fazer o roteiro para conhecer a independente República da Irlanda, ao sul da Irlanda do Norte, ambas na mesma ilha; pesquisando descobri que havia muita coisa interessante para ver também em Belfast e arredores, sendo assim resolvemos fazer uma viagem pelas duas Irlandas.

Saímos de Dublim e duas horas depois chegamos à capital da Irlanda do Norte, Belfast, fizemos uma parada no caminho para lanchar no Foleys Tea Rooms, um local antigo e muito charmoso.

Foleys Tea Rooms um lugar romântico na beira da estrada parada ideal para um lanche Foto Roberto Pereira

 Podemos dizer que Belfast é uma cidade muito britânica, mas também muito irlandesa,  surpreendentemente bonita com imponentes prédios ainda do tempo da Revolução Industrial, que  com suas fábricas de fumo, de tecelagem e da poderosa indústria naval fizeram de Belfast uma próspera cidade. Houve depois um longo período de decadência, mas atualmente Belfast é uma cidade alegre, tranquila e com muitas atrações  turísticas.

Belfast Foto Roberto PereiraEscultura em Belfast Foto Roberto PereiraMolly s Yard restaurante em Belfast Foto Roberto Pereira

A vida noturna da cidade é intensa e bem agitada com restaurantes, bares, boates, mas os pubs são os preferidos dos irlandeses, por isso em cada esquina você vai encontrar um deles, mas há os que têm um algo mais, um deles é o de The Crown Liquor Saloon, de  1880, cuja foto da fachada é a capa desta matéria, é o mais bonito, lindamente decorado, tem três andares e hoje em dia faz parte do Patrimônio Histórico do Reino Unido. O The Crown é também restaurante, lá saboreamos a boa comida irlandesa, eu pedi o Irish Stew, ensopado irlandês feito com cordeiro, batatas, alho, cenoura e aipo e o Roberto, a Shepherd’s Pie, torta do pastor, carne de carneiro coberta com purê de batata, logicamente os pratos foram acompanhados pela cerveja preta Guinness.
Fachada do The Crown Liquor Saloon em Belfast Foto Roberto PereiraInterior do The Crown em Belfast Foto Roberto Pereira

Conhecer a magnífica e  imponente sede da prefeitura, Belfast City Hall,  com mármores, vitrais, salões de festa e uma linda escadaria é uma das imperdíveis atrações da cidade. A visão do prédio iluminado à noite é fantástica. Faça o tour gratuito com guia e, ao final da visita, aproveite para tomar um chá no The Bobbin Coffee Shop situado no térreo.

Belfast City Hall Foto Roberto PereiraMonumento no jardim de Belfast City Hall Foto Roberto Pereira

Visitar o Belfast’s Botanic Gardens é um dos passeios bonitos da cidade e é gratuito. Nele se encontram lindos jardins, a Palm House, que é uma bela estufa feita de ferro curvo e vidro e foi uma das primeiras do mundo nesse estilo, com uma grande variedade de plantas tropicais e exóticas cultivadas desde a época vitoriana. Também a Tropical Ravine lá está, com algumas das plantas mais antigas do Jardim Botânico e bananeiras, pés de canela,  bromélias e orquídeas.

Palm House no Belfast s Botanic Gardens Foto Roberto Pereira

O Ulster Museum, que fica na área do  Belfast’s Botanic Gardens é o maior museu da Irlanda do Norte. Moderno, em um prédio bastante arrojado, reúne arqueologia, etnografia, história local, botânica, geologia e uma exposição de vestuário do período georgiano até os dias de hoje. É frequentado por turistas e, principalmente, pelos estudantes irlandeses.

Ulster Museum no  Belfast s Botanic Gardens Foto Roberto Pereira

Os muros de Belfast, que durante anos separavam os católicos dos protestantes, mesmo depois da conciliação entre as partes, continuam símbolos da Irlanda do Norte e ainda separam o povo, atualmente os portões ainda são fechados à noite. Belfast foi testemunha dos piores conflitos do IRA (Exército Republicano Irlandês) e ao longo de 21 anos de luta mais de 3500 pessoas morreram. Confesso que não estava muito entusiasmada para conhecer o bairro católico e seus muros, mas Roberto queria fotografar e acabei indo com ele, não me arrependi.

Muro em Belfast Foto Roberto Pereira

Fomos visitar a Catedral de St Peter, próxima à Falls Rd, que é a principal rua dos murais de Belfast. Foi a primeira igreja católica a ser construída em Belfast, em estilo gótico e faz parte da história dos conflitos. A igreja é simples, mas no interior há bonitos murais.

Catedral de St Peter Belfast Foto Roberto Pereira

Depois que os piores conflitos se acalmaram, várias partes da cidade  foram reconstruídas como Victoria SquareTitanic Quarter e Laganside com o novo complexo Odyssey, tendo como ponto de referência Waterfront Hall.

Titanic Quarter foi construído numa grande área e é tido como um dos maiores projetos de reconstrução à beira mar no mundo. Surgiu como um novo bairro urbano com residência, comércio, turismo, escolas. Nele fica uma das grandes atrações de Belfast, o Titanic Belfasterguido no local de onde saiu o navio, mesmo para quem conhece a história ou viu o filme sobre o magnífico Titanic que afundou na sua primeira viagem, vai gostar de visitar Titanic Experienceé uma experiência espetacular. O belo prédio passa a sensação de estarmos de frente para o navio. São 4 andares e 9 galerias, tudo relacionado ao Titanic e com uma vista linda.

Entrada do Titanic Experience Foto Roberto PereiraImagem da Escadaria do Titanic Foto Roberto Pereira

Na histórica Hamilton Dock, em frente ao Titanic Experience está o SSNomadic todo restaurado, foi o único navio que restou da  White Star Line, o estaleiro que construiu estes navios. Tem ¼ do tamanho do RMS Titanic e os dois foram lançados ao mar no mesmo dia. O SS Nomadic era uma embarcação auxiliar que levou os passageiros da 1ª e 2ª classe do cais em Cherbourd para o Titanic.

Interior do SS Nomadic Belfast Foto Roberto Pereira

Victoria Square é um complexo de lojas, restaurantes e cinema. No topo, no chamado Dome, tem-se uma espetacular vista de 360 graus  de Belfast. É visita obrigatória para quem vai até lá.

Victoria Square  Belfast Foto Roberto Pereira

Um passeio muito procurado pelos turistas é visitar a Crumlin Road Gaol, a prisão usada para execuções. Ela foi restaurada e aberta ao público que pode conhecer o Tribunal, as celas ambientadas como uma prisão do século XIX, a cela pré-execução e  a forca onde em 1961 morreram os últimos condenados à morte. Não quisemos conhecer, achei que seria muito triste.

Um lugar interessante para se ir é ao St George’s Market, construído em 1890, além de produtos frescos e atmosfera agradável, há uma variedade de eventos durante o ano inteiro.

A moeda da Irlanda do Norte é a libra esterlina, pois, como já disse, este território faz parte do Reino Unido, é bom lembrar  para não ser apanhado de surpresa. A rede hoteleira de Belfast é excelente, tem hotéis para todos, dos luxuosos às pensões. Há um site oficial onde você poderá pesquisar e escolher o que melhor lhe convier: Visit Belfast

Conhecer Belfast foi uma experiência surpreendente, não imaginava encontrar uma lugar tão cheio de vida e com tantas atrações. Passamos quatro dias, mas não foram suficientes para aproveitar tudo o que a cidade oferece. Se quiser dicas ou roteiro pronto para este destino conte com as agências de viagem e hotéis que a Inesquecível Casamento recomenda no Guia de Fornecedores.

Publicidade
Publicidade
Redação IC

Redação IC

fornecedor-inesquecivel

Encontre o fornecedor perfeito para o seu casamento

Publicidade
banners_640x640-02
Publicidade

Mais Lidas