O vestido de noiva é um dos principais destaques em qualquer casamento. Provar aquele modelo que você guardou ou sonhou por anos, que faz os olhos brilharem e o coração bater mais forte só de pensar, certamente, é um momento mágico.

No entanto, escolher o vestido de noiva ideal depende de algumas informações prévias. Por isso, convidamos Carol Hungria, Maira Martins, Marcela Abdalla, Marie Lafayette, Roberta Calazans e Silvio Cruz, 6 estilistas de renome, para dar dicas e suas percepções sobre como definir o vestido ideal.

Vem ver e se inspirar.

Vestido de noiva: quando começar a procurar?

Estamos em um momento atípico: pós-pandemia, ou seja, temos 2 anos de demandas reprimidas. Em 1 ano, além dos casamentos que já aconteceriam, ainda tem os eventos dos anos anteriores.

Dessa maneira, para todos os estilistas é unanimidade: quanto mais tempo melhor. “O ideal é que a noiva inicie a busca pelo vestido ideal de 8 meses a 1 ano antes do casamento. É preciso ter tempo para pesquisar e experimentar vários modelos para ter certeza da escolha”, conta Maira Martins.

Sendo assim, quanto mais antecedência, mais opções tem.

Alugar ou comprar: o que é melhor?

Ambas opções têm seus prós e contras, a escolha vai depender das necessidades e possibilidades da noiva. O importante é que, independente da escolha, é a noiva se identificar com o modelo escolhido. 

“Quando se faz o modelo sob medida, coordenar essa identificação fica muito mais fácil, por meio das provas vamos ajustando até que fique tudo perfeito! Já no aluguel temos algumas limitações, mas vale sempre achar alguém disposto a fazer modificações para que esse modelo fique a sua cara em qualquer que seja sua escolha”, opina Marcela Abdalla.

vestido de noiva
Noiva por Marcela Abdalla
vestido de noiva
Noiva por Marcela Abdalla
vestido de noiva
Noiva por Marcela Abdalla
vestido de noiva
Noiva por Marcela Abdalla
vestido de noiva
Noiva por Marcela Abdalla
vestido de noiva
Noiva por Marcela Abdalla
vestido de noiva
Noiva por Marcela Abdalla

Já Roberta Calazans é mais enfática acerca da compra do vestido de casamento. Para ela, “não é bacana estar em um vestido usado no dia mais importante da sua vida”, e ainda deixa uma dica: “ainda que não tenha condições de ter o vestido que gostaria, procure um dentro de suas possibilidades, que fale da sua história; aquele vestido em que o noivo veja a sua personalidade. Que todos possam ver você dentro de uma roupa que reflita quem você de fato é”, finaliza a estilista.

É importante ressaltar que o tempo para a concepção de um vestido de noiva é de aproximadamente 1 ano para os modelos sob medida e cerca de 6 meses para fazer possíveis ajustes em modelos alugados. 

Lembre-se: quem se antecipa tem mais opções.

Primeira visita na loja de vestido de noiva: veja o que e quem  levar com você

Para as noivas de primeira viagem, a primeira visita à loja ou ateliê pode ser um momento de muitas dúvidas. Sendo assim, o estilista Silvio Cruz ressalta três pontos que não podem faltar:

  • Data, local e horário do casamento
  • Sonhos e idealizações que a noiva tem sobre o vestido
  • Gosto pessoal e estilo da mulher que está ali

“Tem noivas que já trazem um modelo que está guardado há muito tempo, mas nem sempre aquele modelo é adequado, tanto para o seu biotipo quanto para o estilo do casamento”, complementa Silvio.

Já Maira Martins, acredita que levar a pasta de inspirações e referências é importantíssimo. Ah, e caso já tenha o sapato leve também!

Além dos itens citados, Roberta Calazans enfatiza que a noiva deve levar boas energias. “É um dia mágico, venha leve, pronta para curtir! Aconselho a vir somente com pessoas que te apoiem e tenham gostos parecidos, muito importante que não tenham conflitos para você tomar sua decisão com o que for te fazer feliz! Lembra sempre que o casamento é seu, então respeite seus sonhos”.

Ela ainda complementa que “a noiva deve escolher como acompanhante uma pessoa que a tranquilize, que seja positiva, que não seja muito crítica, que não tente manipular suas escolhas, que saiba aconselhar – mas sempre reservando à própria noiva o direito final de escolha”. 

Contudo, Carol Hungria pontua que “tem noiva que gosta de trazer muitas pessoas, no entanto, tem outras que gostam de vir só com a mãe ou com amigas, além de ter aquelas que vêm sozinhas para não ter ninguém interferindo em suas escolhas”. 

Por fim, Silvio Cruz alerta: “a única pessoa que pode ajudar a noiva decidir é o estilista, afinal  ele é o especialista presente, então minha dica é ouvir o estilista, sempre”. Inclusive, a estilista Maira Martins reitera a fala de Silvio. Ela concorda que não há ninguém melhor que os próprios estilistas para auxiliar a noiva em sua escolha. No mais, Maira ainda aconselha a não levar muitas pessoas para a prova de vestidos, uma vez que muitas opiniões divergentes podem confundir a noiva”, finaliza.

Modelos, tecidos e texturas

Essa é a parte em que tudo depende. Para cada modelo existe um tecido com caimento adequado, e tudo ainda depende da personalidade da noiva, do estilo do casamento, local, horário e afins, além do biotipo de quem irá vestir o modelo e ainda os pontos que ela gostaria de ressaltar em si.

Escolher o tecido certo é essencial para ter o modelos dos sonhos! Ele é a chave para que a modelagem fique perfeita, então tenha paciência para essa escolha e entenda o caimento e efeitos que você busca no vestido”, revela Marcela Abdalla.

Já Maira Martins,  recomenda que a noiva leve em consideração o conforto. “A noiva precisa avaliar se com o vestido ela consegue sentar, levantar os braços, se movimentar com conforto para dançar na festa, se o decote não está mostrando demais”, aconselha a estilista.

Contudo, Marie Lafayette afirma que a escolha do tecido cabe ao profissional, uma vez que ele sabe qual o melhor tecido para cada estilo de vestido de noiva. 

vestido de noiva
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por MarieLafayette
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por Marie Lafayette
Noiva por Marie Lafayette

Outro ponto primordial na hora de escolher o vestido de noiva é o conforto, “afinal são mais de 12 horas com aquele modelo, além de se sentir linda, você precisa dançar e curtir cada segundo da festa” finaliza Marcela. 

Acessórios que não podem faltar para complementar o look

As possibilidades são inúmeras, mas sempre têm aqueles que são indispensáveis para compor o vestido de noiva e dar ainda mais charme e elegância ao momento, para os 6 estilistas, esses acessórios não podem faltar:

  • Brinco 
  • Véu ou mantilha
  • Sapato superconfortável e à altura do vestido
  • Grinalda pra arrematar o penteado
  • Um buquê maravilhoso

No mais, Silvio Cruz não abre mão do véu, para ele “ toda noiva tem que ter véu. As minhas eu sempre vou dando uma cutucada, mesmo que elas não queiram, eu mostro. Quando elas colocam o véu parece que a mágica acontece”, relata o estilista.

Já Marcela Abdalla, traz variedades de opções para cada estilo de vestido de casamento, noiva e celebração. “Os acessórios são essenciais para criar o estilo completo, se você for ousada, procure por sapatos diferentes, ou até adicione cor! Se você já é mais clássica, dê atenção à escolha da grinalda e do véu! Se seu estilo é mais descolado ou boho; grinaldas de flores, peças delicadas são muito bem vindas! E para quem gosta de se destacar e está afim de algo bem diferente, as ear cuffs são uma ótima jogada de estilo!.

Por fim, a estilista Roberta ratifica que a finalidade do acessório é complementar. “Para casamentos, penso que menos é mais, sempre”, finaliza.

Esse é o seu vestido de noiva ideal?

Afinal, como responder essa pergunta com certeza e sem medo de se arrepender? Bom, para Silvio é nítido quando a noiva já identificou o modelo preferido. “A noiva sabe sempre quando é o vestido. A gente vê o olhar da noiva para si, o semblante  muda completamente!”, diz o estilista.

Ele ainda complementa que às vezes a noiva chega no ateliê com uma ideia, prova outros estilos e no final acaba descobrindo que aquilo que ela pensou durante meses não era o vestido ideal.

Maira, Marie e Roberta compartilham da opinião de que o vestido ideal é aquele que faz a noiva se emocionar e sorrir com o rosto e coração. “O vestido ideal é aquele que faz a noiva feliz. É o vestido que ela sonhou e idealizou, buscando se aproximar ao máximo às referências e sonhos dela, obviamente, dentro de suas possibilidades, trazendo o idealizado para o factível. Além disso, que traduza para o noivo aquilo que você tenha de melhor, que te faça feliz e que permita que todos vejam em você a melhor versão de si mesma”, afirma Roberta.

No entanto, Carol vai para o lado mais prático e palpável: o vestido de noiva ideal é aquele que veste bem, é bem executado, tem modelagem bonita, é bem costurado e ainda tem o estilo da noiva.

Enquanto Marcela afirma que “o vestido ideal é aquele que veste sua essência, que você olha no espelho e fala ‘me vejo casando assim’. Para Silvio, a ordem é inversa: o vestido que escolhe a noiva.

Noiva por Silvio Cruz
Noiva por Silvio Cruz
Noiva por Silvio Cruz
Noiva por Silvio Cruz
Noiva por Silvio Cruz
Noiva por Silvio Cruz
Noiva por Silvio Cruz
Noiva por Silvio Cruz
Noiva por Silvio Cruz
Noiva por Silvio Cruz
Noiva por Silvio Cruz
Noiva por Silvio Cruz
Noiva por Silvio Cruz

Quem irá transformar o sonho em realidade?

A dica aqui vale para todos as pessoas e empresas que serão escolhidas para realizar todas as etapas do grande dia:

A escolha do fornecedor tem que ser algo muito estudado e rolar uma sinergia de estilos entre o casal e os prestadores de serviço. Avalie a energia, as propostas e se seus desejos estão sendo ouvidos. Confiança e identificação são as palavras-chave para esta relação dar certo.

Para escolher o profissional para fazer o vestido, Maira Martins indica procurar na internet para ver se não existem reclamações de clientes: veja as avaliações no Google e ouça a recomendação do cerimonialista. Além disso, também procure as redes sociais do fornecedor e confira se o trabalho dele corresponde ao que você espera.

Noiva por Maira Martins
Noiva por Maira Martins
Noiva por Maira Martins
Noiva por Maira Martins
Noiva por Maira Martins
Noiva por Maira Martins

Noiva por Maira Martins
Noiva por Maira Martins
Noiva por Maira Martins
Noiva por Maira Martins
Noiva por Maira Martins

Bônus: 6 dicas extras dos estilistas para tudo dar certo

  • “Não tem regras na escolha do vestido ideal”, Carol Hungria.
  • “Relaxe antes do casamento! Não deixe para resolver nada de última hora! Confie nas suas escolhas que tudo dará certo”, Maira Martins.
  • “Liberte-se e curta esse momento, é uma delícia construir o vestido e é uma parte que toda noiva sente falta”, Marcela Abdalla.
  • “Busque aquilo que te faça feliz, leve em conta a sua opinião e siga o seu coração”, Marie Lafayette. 
  • “Tente fazer de todas estas etapas de preparação algo prazeroso e feliz. Não crie ansiedades por coisas que em outras circunstâncias seriam um prazer para você”, Roberta Calazans.
  • Por fim, “sejam leves, sem amarras e limitações. O vestido de noiva é diferente de qualquer outro look que você já provou, portanto, mantenha a cabeça e o coração aberto”, são as palavras de Silvio.