Você já ouviu falar no conceito de pós-luxo? Se você preza pela qualidade, aprecia a beleza de experiências únicas mas não se rende aos exageros da ostentação, então este conceito veio de encontro ao seu gosto e personalidade.

O pós-luxo, movimento que veio para proporcionar um respiro para o mercado de luxo em diversas áreas, propõe o abandono à ostentação e ao excesso. Dessa forma, busca a redescoberta daquilo que desperta emoções e sensações, sem perder, é claro, a sofisticação e elegância.

A proposta gira em torno de produtos especiais, a redescoberta do “feito a mão”, um ambiente único, o contato com a natureza – esse pacote é sempre pensado de forma equilibrada dentro do pós-luxo.

Produtos locais, independentes, artesanais, isso tudo sem deixar de lado a qualidade e o acabamento profissional. Esse cuidado transforma o produto ou o serviço em algo de valor inestimável, que vai muito além de grandes grifes.

O universo todo particular do casamento se encaixa de forma ainda mais especial no conceito de pós-luxo, já que os noivos tem privilegiado bastante a exclusividade de detalhes que realmente tenham significado para eles, suas famílias e amigos. É a valorização da essência, dos aspectos relevantes, em detrimento do luxo sem significado.

O Espaço Klaine, espaço para eventos reconhecido como o único Lounge Garden de Curitiba, teve a vocação natural para implementar o pós-luxo, antes mesmo dele se estabelecer como conceito. Seu projeto paisagístico, sua arquitetura arrojada e seus nichos temáticos para a realização de cerimônias externas, são um convite espontâneo ao que é natural, elegante e surpreendente.

Especialmente em sua gastronomia, através do Klaine Gastronomie, o espaço destaca-se como visível representante do pós-luxo em Curitiba. Conceitos como o Confort Food, onde o cardápio é montado a partir de experiências relatadas pelos noivos, proporcionam uma experiência única, artesanal, verdadeiras obras de arte assinadas pelo Chef Geraldo Klaine.

“Prezamos pela sofisticação e delicadeza que o movimento do pós-luxo propõe. Não abrimos mão da beleza, dos sabores e experiências únicas e não consideramos que a ostentação tenha que necessariamente fazer parte do luxo”, diz o chef.

Deixe seu Comentário