Para ele, não há restrição. Ele toca de tudo e a linha de pensamento dele não tem fim. Conheça mais sobre a carreira do DJ Filipe Fogel, que se tornou uma referência no mercado de casamentos na Serra. Veja!

Filipe Fogel tinha 18 anos quando decolou no universo musical. Desde criança, já tinha uma pequena “vitrola da Mônica” e além de gostar de ouvir música, tinha o dom de concertá-la quando algum pequeno detalhe acontecia. Especializado em festas de casamento, seja lá qual for o gosto dos noivos, seu prazer é poder ver a alegria dos convidados vibrando a cada hit e a emoção de todos os convidados se divertindo é o que mais o motiva.

AGENDA E SERVIÇOS

1. Como funciona para contratar o seu serviço? A contratação costuma acontecer com 1 ano de antecedência. No entanto, temos os casais mais precavidos que procuram com até 2 anos de antecedência. Como também existem aqueles que resolvem casar com até 1 mês de antecedência e precisam contar com a sorte para contratar um bom profissional.

2. Quanto tempo toca normalmente na festa? Os contratos são de 5 horas de festa, podendo ser estendidos em frações de 1 hora ao custo de 15% do valor de contrato para cada hora extra. O que não impede um acerto prévio quando o cliente tem certeza que quer estender a festa por mais horas, possibilitando um melhor custo nesses casos.

3. O que está incluso na contratação do serviço de dj? Em nossa cidade, é comum que o DJ ofereça vários serviços como sonorização, iluminação de pista, iluminação decorativa e outros tantos itens. Logo, isso vai depender do solicitado. Mas levando em consideração somente o serviço de DJ, o cliente terá suporte para escolha de músicas dos momentos como entrada, dança, buquê etc.

4. Quais as condições de pagamento? Os pagamentos são feitos com 20% de entrada e o restante até 1 semana antes da festa. Pagamentos à vista podem obter um bom desconto.

dj-filipe-fogel-serra

REUNIÕES

5. Quantas são feitas?  As reuniões não possuem um número certo, mas costumam ser cerca de 3 ou 4.

6. Quais são as pautas da reunião? No início, os tópicos são quais itens serão contratados, músicas a serem tocadas e no final tratamos sobre posicionamento de equipamentos, horários etc.

7. Como você faz para entender o gosto musical dos noivos e dos seus convidados? Os noivos são chave importante para esse item. Eles, melhor do que ninguém, conhecem seus convidados e já nos passam algumas ideias e algumas sugestões baseadas em gostos pessoais. Na festa junto com os convidados, o “feeling” do DJ é quem vai falar mais alto (sem passar por cima de eventuais restrições dos noivos).

ESTILO 

8. Tem um estilo específico? Não possuo um estilo específico de música, mas sim, um estilo de tocar. Uma forma de ter o maior número de convidados possível dentro da pista de dança.

9. Toca de tudo? Toco qualquer estilo sem restrição e minha linha é de “pensamento” pista cheia sempre.

10. Se o casamento fosse seu, o que você tocaria? Me casei há menos de um ano e foi exatamente como planejei – uma festa supereclética onde a vibe foi algo fora do normal.

DICAS

11. Qual dica daria para os noivos que ainda não contrataram o dj para o casamento? A indicação de amigos e de profissionais do meio é muito importante, mas nada melhor se você – noiva ou noivo – fossem convidados de uma festa e vissem o DJ tocando. Se não houver essa possibilidade, acredite nas indicações e o principal: marque uma reunião com o DJ, converse sobre música e sinta segurança no profissional. Caso contrário, procure outro.

12. O que é importante perguntar para um dj antes de contratar o serviço? Na minha opinião  é: você toca de tudo ou apenas um estilo? Afinal, trata-se de um casamento, uma festa onde existirá um mix de idade, gosto etc…

Deixe seu Comentário